Como a metodologia FMEA pode impactar positivamente na confiabilidade dos produtos industriais

O termo FMEA, do inglês Failure Mode and Effect Analysis, é empregado para descrever uma metodologia que busca evitar a ocorrência de falhas em componentes ou equipamentos, sistemas, projetos e processos por meio da análise das ocorrências e de propostas de otimizações. Estas análises permitem incrementar a confiabilidade, diminuir a perda no rendimento ou na produção e aumentar o número de ciclos até uma ocorrência, trazendo, na sua essência, segurança para os usuários e consumidores. Desta forma, é uma importante ferramenta para auxiliar as empresas na tomada de decisões das áreas operacionais (fabricação), projeto, desenvolvimento e de manutenção.

Outro ponto relevante para as empresas é a possibilidade de catalogar, de forma sistêmica, as informações sobre as falhas, o maior  conhecimento sobre os possíveis problemas e, por conseguinte, ações de melhorias. A metodologia visa também, proporcionar a diminuição dos custos e incorporação de atitudes de prevenção de falhas, de cooperação e trabalho em equipe, bem como a preocupação com a satisfação dos clientes. Apesar de ter sido desenvolvida com enfoque no projeto de novos produtos e processos, tendo em vista que as mudanças são mais fáceis e menos onerosas quando realizadas na fase inicial, a FMEA é uma metodologia indicada para que as empresas, principalmente dos setores de saúde, óleo & gás, mobilidade, energia, aeroespacial e agronegócio, possam otimizar seus processos e sistemas, diminuindo seus gastos em e em paradas não programadas. Adicionalmente, gera conhecimento científico e tecnológico que permite aprimorar o desenvolvimento, a fabricação ou a aquisição de novos componentes.

por Patricia Ortega C.

CEO FMEA Engineering

 

Referências:
TOLEDO, José Carlos de; AMARAL, Daniel Capaldo. FMEA – Análise do Tipo e Efeito de
Falha. GEPEQ – Grupo de Estudos e Pesquisa em Qualidade. DEP – UFSCar.
SAKURADA, Eduardo Yuji. As técnicas de Análise do Modos de Falhas e seus Efeitos e
Análise da Árvore de Falhas no desenvolvimento e na avaliação de produtos.
Florianópolis: Eng. Mecânica/UFSC, (Dissertação de mestrado), 2001.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.